menu

Image Map

terça-feira, 22 de novembro de 2016

13 coisas que você não deve dizer para seus filhos

Antes de pensarmos em termos um filho, ou quando estamos grávidas, muitas vezes dizemos coisas que jamais iremos fazer ou falar ao ter um filho. Na teoria isso tudo parece ser válido, mas na prática a história é outra. Educar um filho é uma trajetória difícil cheia de erros e acertos.

Cada família tem uma maneira de educar e isso deve ser respeitado, mas existem alguns aspectos que podem ser levados em consideração para a criação de uma criança. Uma delas é tomar cuidado com frases que são ditas nos primeiros anos de vida da criança e que podem ser prejudiciais. 


A seguir, confira 13 frases que você deve parar de dizer para seus filhos.





1. Mentir nunca é uma boa opção. Dizer para seu filho (a) que vai sair e voltar rápido, quando na verdade você vai demorar.

2. Dizer que tomar injeção não vai doer nadinha, e que aquele remédio amargo é gostoso. Sempre disse a verdade para o meu filho Caleb, quando o levo para tomar vacina ele me pergunta se vai doer, e eu digo a verdade. Sim meu filho vai doer, mas é para o seu bem! 

 3. Se você comer tudo, eu te dou um doce ou um presente. Falar esse tipo de frase faz com que a criança só coma por obrigação porque vai ganhar algo, e não pelo fato de que se alimentar bem é de extrema importância para a sua saúde.

 4."Pare de chorar" essa frase é clássica, muitos pais falam isso quando os filhos caem ou estão fazendo pirraça. Se caiu e está doendo, porque a criança não pode chorar? Pode e deve é o sentimento que ele está sentindo no momento. Quanto as terríveis pirraças, tente acalmar o seu filho no momento do choro, e depois converse com ele. O ideal é que os pais ensine os seus filhos a lidarem com as próprias emoções.

5. Se tem uma coisa que é extremamente desagradável é a tal da comparação. Fulano é assim, ciclano não é, e blá...blá...blá! E ficar comparando seu filho ao seu irmão (s), ou a outras crianças é muito chato. Isso pode abalar a sua autoconfiança. Temos que entender que cada criança é única, e possui personalidades diferentes uma da outra.

6. Sei que na hora da raiva podemos acabar dizendo bobagens, e uma delas é falar palavrão. Por isso digo, faça o maior esforço que puder para não dizer palavrão na frente do seu filho, ele vai escutar e vai repetir as palavras feias.

7. Dizer que vai embora de casa se ele não te obedecer. Fazer ameaças e chantagens não é nada saudável.

8. Fazer medo na criança e dizer  frases do tipo: olha se você não se comportar o bicho papão vem te pegar, ou o homem do saco. Essa atitude não ajuda em nada e ainda deixa a criança insegura e com medo. Até um trauma pode causar!

9. Ficar rindo ou corrigindo os erros da criança. Como os erros na troca de letras, toda criança tem a fase que fala errado mesmo, e até achamos bonitinho. Tem fases para tudo na vida, curtam esse momento, a medida em que a criança for crescendo vai aprendendo a falar corretamente. E não tem nada mais chato que pessoas malas, que adoram ficar corrigindo o erro dos outros. 

Já vi muitos pais rindo e achando graça do mau comportamento do filho, gente pelo amor de Deus né! Não façam isso. Depois tem pais que reclamam que o filho é pirracento, mal educado e não o obedece, porque será?


10. Deixa que eu faço isso, você não precisa fazer. Muitos pais mimam tanto seus filhos que não permitem que eles sejam independentes, como por exemplo amarrar os cadarços do tênis sozinho, arrumar sua própria cama, organizar seus brinquedos e muitas outras coisas que uma criança pode fazer para ajudar em casa e para se tornar independente. Claro que quando for algo perigoso, os pais que devem fazer.

12.Tem uma fase em que nossos filhos ficam perguntando o porque de tudo não é mesmo? e as vezes eles fazem cada pergunta. Rsrsrs! Mas não diga "porque sim" ou "porque não" isso não é resposta e nessa fase as crianças são curiosas mesmo, e querem entender tudo. Os porquês são fundamentais para que ela compreenda a si mesma, aos outros e a realidade em que está inserida.

13. Não rotule a criança com palavras negativas. Por exemplo, "Como você é chato!" "Como você é teimoso" "Você não aprende nada", isso poderá afetar sua autoestima e ela pode se convencer que é realmente isso do que a chamam.


Ser pais de primeira viagem não é nada fácil, estamos sujeitos a ter mais erros do que acertos é um mundo novo e cheio de descobertas. Claro que, ás vezes na hora da raiva os pais acabam dizendo coisas que não gostariam... Mas não se culpe por isso! Errar é humano. Se você já disse algo e depois se arrependeu converse com a criança, explique porque agiu daquela maneira e peça perdão.

Nas próximas vezes pense mil vezes antes de falar algo que vá ferir os sentimentos da criança e que você vai se arrepender.


Beijos da Jojo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário